10 dicas para começar a vender pela internet

Se você está pensando em começar a vender algum produto pela internet, não pense mais, comece a agora. O comércio eletrônico tem crescido de maneira significativa, impulsionado por vários fatores como a comodidade de não sair de casa e não correr risco na rua, facilidade com pagamentos com cartões de crédito, lojas virtuais comprometidas com a entrega e troca de produtos, facilidade na comparação de preços, entre outros fatores.

DICA 1: O primeiro passo para criar sua loja é avaliar o tipo de produto que você quer vender. Existem alguns segmentos de produtos que poderão desestimular você a continuar com o projeto, visto que grandes portais conseguem oferecer descontos e preços competitivos. Entretanto, existem muitos nichos de mercado, de produtos específicos, que são pouco explorados e podem ser uma fantástica oportunidade para você.

Para você entender melhor qual a dimensão e o potencial de um nicho especifico de mercado, seria interessante você ler algo a respeito da “Cauda Longa”. É uma distribuição estatística que vai ajudar a entender essa relação de produtos muito comuns x produtos específicos e nichos de mercado.

mercado-livre-logoDICA 2: Ter um projeto piloto para sentir o mercado e a receptividade dos clientes virtuais é interessante, para você conseguir realizar isso uma sugestão é criar uma conta no MERCADO LIVRE e cadastrar alguns produtos para a venda. Esse processo será importante para você “sentir” como é o processo virtual de negociação, onde você tratará com o cliente via eMail e depois terá que enviar o produto pelo correio. É uma excelente forma de começar e a aprender, com um baixo investimento.

DICA 3: Crie uma conta no PagSeguro. Este site permite que você receba valores de seus clientes de uma maneira tranquila. Não se assuste com as taxas cobradas, se você avaliar o custo benefício verá que inicialmente é um bom negócio. Futuramente, se você estiver vendendo muito, vale a pena estudar o uso direto de um gateway de pagamento, como o VISA, MASTERCARD, etc.

Correio_LogoDICA 4: Avalie como será feito o envio do seu produto, lembre-se que o correio cobra pelo volume e peso do produto. Além disso a embalagem deve ser segura para que não ocorram danos ao material até o cliente.

DICA 5: Não utilize contas de email de provedores gratuítos como Yahoo, gMail ou HotMail, isso não transmite confiança ao seu cliente. Registre um domínio e crie um site simples inicialmente, isso fará toda a diferença.

banner_registro

DICA 6: Se você for criar um site, crie um nome similar ao nome utilizado no MERCADO LIVRE (ML). Isso facilita para os clientes associarem a sua loja virtual com seu usuário no ML. Lembre-se que o ML não permite que você divulgue links ou telefones de contato, se isso ocorrer você pode ser bloqueado.

DICA 7: Tenha um padrão de mensagens para responder a seus clientes, nos diferentes momentos de contato, por exemplo retornar ao cliente que o produto já foi enviado e o número do correio para rastreio.

DICA 8: Algumas pessoas acreditam que por ser uma loja virtual ela vai “aparecer” para os clientes naturalmente. Isso é um erro ! Você terá que aplicar os mesmos conceitos teóricos de propaganda e marketing se uma loja física. Lógico que na loja virtual você tem algumas vantagens como divulgação no Google AdWords que permite segmentar melhor seu público alvo.

DICA 9: Não deixa para responder nenhum eMail no dia seguinte, se algum cliente enviou uma mensagem com dúvidas tente responder o mais rápido possível. No ambiente virtual o cliente pode mudar de loja em um clique, e se ele encontrar no concorrente o que ele procura você perderá vendas.

HandshakeDICA 10: Parcerias com outros portais ou blogs relacionados com seu tipo de produto é uma ótima opção. Se você criar seu próprio blog, dando dicas para seus clientes, você estará criando sua própria mídia de divulgação. Neste caso, no blog, você poderá divulgar sua loja com banners.

 

 

DICA EXTRA

Lembre-se que as pessoas sempre estão procurando no Google dicas e sugestões, baseado na opinião de outras pessoas o cliente acaba muitas vezes tomando a decisão pela compra ou não de um produto. Explore isto no Blog ou em canais como o Youtube, oferecendo algo gratuíto ao seu cliente.

Texto: Prof. Gustavo Gonzalez
Proibida a reprodução parcial ou completa deste texto sem prévia autorização do autor.

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *