Site para advogados: domínio .com.br ou adv.br?

Saiba qual a melhor opção de domínio para um escritório de advocacia

A extensão .COM.BR foi criada inicialmente para atender a demanda de sites COMERCIAIS, entretanto, com o passar do tempo, essa extensão se tornou a mais utilizada e acabou virando referência para qualquer tipo de segmento.

O REGISTRO.BR, órgão responsável pelo registro de todos os sites brasileiros, criou diversas outras extensões com o objetivo de atender a demanda por nomes, já que a quantidade de nomes com o .COM.BR estava se esgotando.

Assim, o REGISTRO.BR criou diversas extensões conforme o segmento de mercado, como por exemplo ARQ para arquitetos, MUS para músicos e ADV para advogados.

Sou obrigado a registrar um site ADV para advogado?

Não, você não é obrigado a ter um site com extensão .ADV.BR! Ocorre que como existe escassez de possibilidades com a extensão .COM.BR, você terá poucas opções, portanto a extensão ADV.BR acabando sendo uma saída!

Mas o Google vai me encontrar?

Sim, o Google vai encontrar seu site do mesmo jeito. O que vale para o google não é a extensão .COM.BR ou ADV.BR, mas diversos outros fatores como por exemplo a estrutura do seu site, conteúdo, técnicas de SEO, se ele é responsivo ou não, entre outros fatores.

Posso registrar as duas extensões?

Sim, pode. Caso o nome que você procura esteja disponível na extensão .COM.BR e na ADV.BR eu recomendo que você registre as duas para preservar o nome do seu escritório e ficar mais tranquilo.

Assim, você não corre o risco de outro escritório com o mesmo nome criar um site igual, gerando confusão para seus clientes.

Ser responsivo é mais importante que a extensão .ADV.BR?

Sem dúvida! O Google definiu algumas regras para melhorar os resultados das buscas e duas regras fundamentais para colocar os sites nas primeiras posições dizem respeito ao site ser responsivo (rodar no celular) e ter HTTPS. Se estas duas regras estão sendo seguidas a chance do seu site aparecer nas primeiras posições do google são bem melhores.

Leia também outros posts focados na área jurídica

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *